quarta-feira, 28 de julho de 2010

É mUderno demais pro meu desgosto...


E aí Zé, como anda essa força? Tudo numa nice?

Comigo tudo ÓTEMO! Se melhorar, fica ainda melhor!

Essas mudernidades tão ficando cada dia mais mudernas, né?

Como assim?  Eu vou tentar explicar... (se eu não conseguir, deve ser por que não entendi também, mas não repare).

Outro dia tava conversando com uma amiga paulistana, que me disse que não tava namorando com um tal sujeito, nem tava ficando com ele, nem tava enrolada, mas que tava com ele. Como assim? 

Tipo, ela não tem nada com ele, mas se o ver na rua tem direito a tascar-lhe uns beijos na fuça?  (Falei só de beijos porque podem ter crianças nos lendo... apesar que atualmente tem criança mais ativas sexualmente do que eu com quase 30 anos... sic).

Aproveitando o bocejo: minha parceria com o dicionário Aurélio promete ser ainda mais profícua. Aproveitando essas dicas da amiga paulistana, estou enviando ainda hoje as palavras: "semi-rolo", "semi-fora" e "semi-coice" para o Aurélião, meu brother. Vamos ver se alguém chegou na minha frente... (o que é bem provável, pois sou igual a corno, sempre o último a saber dessas mudernidades comportamentais).

Zézão, vou-me-indo-lá. Bração pro cê!

Inté, Zé!

4 comentários:

Nanda disse...

envie a expressão puta falta de sacanagem tbm! virou moda fazer o que? ( arma na boca)

Alvim Dias disse...

Olá Nanda!

"Puta falta de sacanagem" é apenas uma correção deste grande erro histórico da humanidade!

Obrigado por nos visitar e volte sempre!

Única e Exclusiva disse...

Humor danado de bom!
Muito muderno esse troço de blogue, rá.
E os relacionamentos nao poderiam ficar de fora: sempre estou com um "semi-fica", facim, facim essa relação! ^^

bjos ú&e =***

Alvim Dias disse...

Um dia eu aprendo mocinha!

Obrigado pela visita!