domingo, 9 de março de 2008

The end!


Sr. Zé, tudo bem?

Eu tô indo, aos trancos e barrancos, mas tudo em "riba"!

Ontem, nós do Coral Ciminas, abrimos o Show do Cantor Lô Borges, no 7 º Festival de Verão de Pedro Leopoldo, hoje abriremos o do cantor Guilherme Arantes.

A sete anos atrás, em Fevereiro de 2001, fui fazer um teste para entrar num coral em Pedro Leopoldo. Era uma tarefa na qual eu não acreditava muito que teria êxito, imagina, eu que antes havia cantado apenas num coral de igreja e no "banheiro" entrar para o Coral Ciminas? mas consegui entrar. Desde esse dia eu nunca mais fui o mesmo. Cresci como pessoa e como músico. Conheci pessoas que se tornaram minha segunda família.
Amizades, amores, colegas, brigas, brincadeiras, empolgação, frustração...
Coral Ciminas englobou isso e muito mais.

Ver teatros cheios, platéias entusiasmadas reverenciando todo um árduo trabalho foi muito gratificante, mas o melhor de tudo foram as relações que lá foram construídas: Marilene, Alexandre, Harllen, André Santos, André Chamon, Mariana, Jamille, Lucas, Caroline, Ana Carolina, Emerson, Robson, Dú, Paulo, Graciele, Zirlene, Vívian, Marinho, Ítalo, Wellington, Camila, Rodrigo, Anderson, Fabrícia, Vanessa, Gizele, Varginha, Cláudio Trompete, Ernani Malleta, Tarcísio Homem, Robson Bateirista, Aline do violão, Emília Percussionista, Tuanny, Melina, Vanina... (os outros que não me recordei agora, colocarei a medida que lembrar...).

Quem vai se esquecer da célebre temporada "Coral Ciminas canta Chico Buarque"? Lanagro e Teatro Isabela Hendrix LOTADOS! A viagem para Conselheiro Lafaiete(rsrs), o palco da Quinta do Sumidouro, o "jantar" no Clube da Ciminas. E os Sítios?
E "Coral Ciminas canta Minas"? "Café com pão, café com pão, café com pão... Piuí! ". rs.
Nos 10 anos de Coral Ciminas, as "Dez mais", "A Noiva do Condutor" de Noel Rosa. E as oficinas de aperfeiçoamente: "Foto número 1, foto 2!"... rsrs

Notou um "tom de despedida"? Pois é, hoje será a "Saideira", sem "Bis". Os aplausos de hoje serão os útlimos. Os bastidores, o nervosismo antes de entrar no palco, as broncas da Marilene, as brincadeiras fora de hora, tudo isso termina hoje.

O que motivou este fim? Muitos são os motivos, é melhor deixar prá lá...

O que nunca poderá se "deixar pra lá" foram todas as alegrias que tive nestes 7 anos, o olhar do público, ora alegre, ora tenso, ora entusiasmado, ora emocionado e os aplausos...

Obrigado Coral Ciminas, obrigado minha família, eu e todo seu público sentiremos muitas saudades!

CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP!
CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP! CLAP!

Inté Zé!

1 comentários:

André Ponte Preta: disse...

Mui bueno, uai!
Tô contigo e não abro, em concordância com tudo o que você escreveu. Num país como o nosso, acabar com um Coral é brincadeira de mau gosto. E em se tratando da cidade de Pedro Leopoldo, pra ser bem específico, chega a ser uma cretinice! A empresa que patrocinava o Coral ganha rios de dinheiro na cidade, paga poucos impostos por razões óbvias, explora mão de obra barata, e não pode ao menos cooperar com a cultura local, mantendo um Coral? Uma empresa multinacional do cimento? Sei... É, Zé...